20
Mai
Segundo um estudo publicado pelo Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, os idosos com níveis baixos de vitamina D correm maior risco de desenvolver depressão.

Outros estudos, recentes, têm revelado os benefícios da vitamina D e os potenciais riscos associados à sua deficiência. Assim, níveis baixos da vitamina D parecem aumentar o risco de doença cardíaca, hipertensão arterial e formas mais graves de asma.

Segundo o site Tribuna Médica Press, com a idade, é comum existir défice vitamina D, situação que também está associada ao risco de fracturas, menor funcionalidade e maior fraqueza.

A amostra do estudo foi composta por 531 mulheres e 423 homens com 65 anos ou mais, acompanhados ao longo de seis anos. Os resultados indicaram que “42% das mulheres e 18% dos homens sofriam de depressão, enquanto três quartos das mulheres e metade dos homens apresentavam níveis baixos de vitamina D”, ou seja, mais de 70% dos idosos deprimidos apresentavam deficiência de vitamina D.
Esta notícia já foi consultada 1405 vezes
 
Publicidade