23
Mar
Segundo uma pesquisa britânica, referida numa notícia publicada no Jornal I-Online, as algas marinhas poderam ser usadas no combate à obesidade.

A pesquisa foi desenvolvida por uma equipa de cientistas da Universidade de Newcastle que chegou à conclusão que a fibra extraída das algas (os alginatos), ajudam o organismo a reduzir a absorção de gordura até 75%, porcentagem bastante superior aos resultados prometidos pela grande maioria dos tratamentos da doença.

“O teste passou por adicionar alginatos ao pão, de forma a determinar o seu efeito numa dieta normal.

“A pesquisa sugere que se adicionarmos a fibra natural aos produtos consumidos diariamente, até três quartos da gordura desses alimentos não serão absorvidos pelo corpo”, afirma Ian Brownlee, da equipa de Newcastle.
“Já experimentámos com o pão e os resultados foram verdadeiramente animadores”, conclui.

Para o director do National Obesity Fórum (NOF), a entidade britânica que reúne médicos e estudiosos, a descoberta é "interessante".
"A pesquisa parece interessante, mas nós só podemos começar a recomendar (as algas) se os cientistas conseguirem provas irrefutáveis da sua actuação, após testes rigorosos".”.
Esta notícia já foi consultada 1346 vezes
 
Publicidade