5
Jul

A delegação de atletismo para deficientes que vai participar nos jogos paralímpicos de Londres2012 pode beneficiar de pacote especial na obtenção de vistos, além de um estágio de 15 dias no local da competição, soube hoje a Angop.

De acordo com o presidente do Comité Paralímpico Angolano (CPA), Leonel da Rocha Pinto, o facto foi debatido durante um encontro mantido com o embaixador inglês em Angola, Richard Wildash.

[B]Falando à imprensa, o responsável desportivo referiu que a realização do estágio na Inglaterra faz parte de um programa de preparação da selecção paralímpica que integra também participações em provas internacionais pela Europa.

Indicou que para os objectivos da melhoria das três medalhas de prata conquistadas em Pequim2008, por José Sayovo, será importante conseguir-se o estágio no palco da competição para aproveitamento, sobretudo, das infra-estruturas e adaptação ao clima.

“Estamos a trabalhar para a obtenção de verbas, tendo em conta a concretização deste desiderato”, frisou, acrescentando ter recebido garantia de ajuda do embaixador inglês no país.[/B]

Para os jogos paralímpicos de Londres2012, Angola vai participar com a modalidade de atletismo com oito atletas (seis homens e duas mulheres).

A preparação para o evento iniciou a 1 de Junho em Luanda com 25 atletas, dos quais quatro obtiveram o apuramento no mundial da Turquia (José Sayovo, Octávio dos Santos, Miguel Francisco e Joaquim Manuel).

Um estágio em Cuba, de 15 de Fevereiro a 30 Março de 2012 e outro na cidade sede dos jogos (Londres), em véspera da prova, serão os pontos mais altos da preparação da selecção paralímpica.



Esta notícia já foi consultada 2331 vezes
 
Publicidade